header top bar

section content

Lubrificante brasileiro Xapa-Xana, à base de maconha, está à venda

No site, a empresa esclarece que a mulher não ficará “chapada” com o uso do lubrificante

Por Priscila Belmont

14/01/2018 às 08h00 • atualizado em 13/01/2018 às 16h33

O item tem ação antifúngica, anti-inflamatória e antibacteriana.

Com uma mistura caseira de óleo de coco e flores de Cannabis, o lubrificante Xapa-Xana já pode ser encomendado no Brasil. A promessa, segundo o fabricante é que, após a absorção do produto por meio da mucosa vaginal, a região ficará mais sensível ao toque e com orgasmos que podem durar até 15 minutos. Além disso, o item tem ação antifúngica, anti-inflamatória e antibacteriana.

No site, a empresa esclarece que a mulher não ficará “chapada” com o uso do lubrificante. “A quantidade de THC usada não é capaz de deixar a pessoa assim nem quem fizer sexo oral”, explica o fabricante.

Para os homens que se interessaram, o efeito não é o mesmo. Segundo a página na rede social, a única diferença a ser sentida é uma sensibilidade um pouco maior ao toque. Claro que o produto pode ser usado com camisinha, no entanto, a recomendação é que ela seja feita de poliuretano, pois o Xapa-Xana pode danificar o látex.

São vendidas três versões: 15ml por R$ 30; 30ml, R$ 50; 60ml, R$ 70.

Metrópoles

GOVERNADOR ELEITO

VÍDEO: Em entrevista exclusiva, João Azevêdo agradece Sertão pela vitória e revela planos para a região

ENTREVISTA ESPECIAL

DIA DO MÉDICO: Um dos médicos mais respeitados de Cajazeiras relata fatos marcantes do seu ‘sacerdócio’

RESULTADOS MARCANTES

VÍDEO: Na capital, jornalista cajazeirense avalia vitória de Azevêdo e derrota de Cássio: “Foi um marco”

ACONTECE EM NOVEMBRO

VÍDEO: Secretária da Prefeitura e gerente do Sebrae dão detalhes sobre a feira Expo Negócios Cajazeiras