header top bar

section content

Evento em Cajazeiras destaca literatura e outras artes produzidas por mulheres no Sertão da Paraíba

1º Mulherio das Letras acontece na noite desta quarta-feira (20) e tem como objetivo dar visibilidade às artes de autoria feminina na região

Por Luis Fernando Mifô

20/04/2022 às 17h00 • atualizado em 20/04/2022 às 17h22

Mulheres que produzem e promovem literatura e outras artes no Sertão paraibano são o centro das atenções do 1º Mulherio das Letras, evento que acontece na noite desta quarta-feira (20) em Cajazeiras e tem como objetivo dar visibilidade às artes de autoria feminina na região.

O evento começa a partir das 19h no Casarão da Rua Epifânio Sobreira (antigo CAPS) e contará com mesas redondas, lançamentos de livros, oficinas, saraus, contação de histórias, música e outras intervenções artísticas. Além disso, o projeto vai organizar uma antologia reunindo os textos de autoria sertaneja feminina.

Poeta Violeta Formiga será homenageada

Violeta Formiga será a escritora homenageada do evento. Violeta era natural de Pombal, onde passou a infância e adolescência. Em 1971, transferiu-se para a capital paraibana e ingressou na Universidade Federal da Paraíba (UFPB) no curso de Psicologia. Na Universidade, se notava suas tendências para a poesia, e ela começou a divulgar seus poemas nos jornais de João Pessoa.

A poeta teve sua poesia brutalmente interrompida aos 31 anos de idade. Ela foi vítima de feminicídio pelo seu companheiro, em 1982. O evento seleciona Violeta não apenas por ser uma mulher sertaneja, mas para reivindicar a vida das mulheres como condição mínima de desenvolver sua arte e produzir livremente.

Violeta deixou apenas um livro publicado: “Contra Cena”. Depois da sua morte, amigos reuniram poemas inéditos e publicaram “Sensações”, uma edição póstuma, em 1981, na Galeria Gamela.

Confira a programação no Instagram do evento

Sobre o Mulherio das Letras

O Mulherio das Letras é um grupo autônomo de mulheres escritoras que surgiu em 2017, em João Pessoa, contando com a presença de mais de 500 outras escritoras, artistas e intelectuais do país, com o objetivo de dar visibilidade à literatura feminina contemporânea, homenageando suas precursoras. Atualmente, o Mulherio das Letras conta com cerca de 7 mil participantes, se expandido internacionalmente. O grupo se descentralizou em subgrupos representativos de cada estado brasileiro, além do Mulherio das Letras Pretas.

O Mulherio das Letras Sertão é uma iniciativa coletiva que tem o objetivo de reunir mulheres que produzem literatura no sertão paraibano, como forma de aprofundar ainda mais o protagonismo, pois é no interior do interior do país que se encontram as mulheres mais invisibilizadas em todos os setores do mercado artístico, pelas poucas oportunidades de formação e falta de recursos e infraestrutura nas cidades. A nossa missão com esse evento é justamente mostrar a arte da palavra feminina e feminista em suas múltiplas formas, por mulheres que ainda hoje enfrentam obstáculos machistas e racistas e são consideradas menores nos meios literários.

Redes sociais:

Instagram – @mulheriodasletras_sertao

Facebook – Mulherio das Letras Sertão

SHOW DIÁRIO

ARTE E SERTÃO

VÍDEO: Em intervenção colorida, alunos e professores da UNISM espalham alegria no Leblon de Cajazeiras

ESTUDANTES

VÍDEO: Acadêmicas da Faculdade Santa Maria falam sobre doença rara e confirmam seis casos em Cajazeiras

MAIS "FÉRIAS"

VÍDEO: Vereadores de Paulista aprovam aumento de recesso para 105 dias: “Um tapa na cara da população”

MUNICÍPIO RACHADO

VÍDEO: Vice-prefeito de Piancó confirma rompimento com o prefeito e anuncia apoio a Pedro Cunha Lima

Recomendado pelo Google: