header top bar

section content

Um ovo antes e outro depois de beber evita ressaca

Um nutriente presente no ovo evita o mal-estar do dia seguinte da bebida

Por Dicas Online

12/07/2019 às 08h00 • atualizado em 12/07/2019 às 08h59

O ovo também ajuda a prevenir o envelhecimento precoce (Foto: Thinkstock)

Cuidar do corpo é fundamental, evitando excessos que possam prejudicar o seu funcionamento. Porém, algumas vezes é de se deixar passar alguns desses excessos. Uma visita à casa de um familiar ou amigo com toque gourmet ou até aquele chocolatinho a mais nos dias de estresse. E por que não falar daquela saída em que há chances de se exceder um pouquinho no álcool? Porém, nada pior do que ficar com o peso da ressaca no dia seguinte.

Para evitar esse problema, que tal uma dica prática para você aplicar quando necessário? O ovo é muito saudável, sendo rico em potássio, proteína e vitaminas A, C, B6 e D. Além disso, possui minerais como o cálcio, ferro e magnésio. O seu segredo para evitar a ressaca está em dois pontos principais: a gordura e a cisteína.

Consumir ovo evita a ressaca
Além de gostoso, versátil e rico em nutrientes, o ovo te ajuda a evitar a ressaca no dia seguinte. Para isso, ele deve ser consumido antes e depois de beber, de forma diferente em cada situação. Veja como fazer em cada caso:

Antes de beber: o ideal é comer o ovo frito, preferencialmente em uma gordura mais saudável como o óleo de coco. Existem opções de óleo de coco sem aroma ou sabor, porém mantendo sua estrutura. Se puder evitar o sal, melhor, pois ele irá colaborar na desidratação incentivada pelo álcool.
Depois de beber: ao chegar em casa e no dia seguinte, o ideal é consumir o ovo cozido, sem nenhum tipo de gordura. Aliás, toda a sua alimentação deve ser voltada para favorecer o trabalho árduo do seu fígado.
Então qual é o segredo do ovo? Primeiro, antes de beber, é a gordura presente nele e no óleo utilizado. Ela faz com que seu corpo demore mais tempo para absorver o álcool, já que vai estar ocupado com a gordura. Seu organismo leva mais tempo para processar a gordura, fazendo com que o álcool não caia tão rapidamente na corrente sanguínea.

Além disso, tanto para antes ou depois de beber, você conta com um aminoácido chamado cisteína. Ele está presente em diversos alimentos, mas tem alta concentração nos ovos. A cisteína funciona como um limpador multiuso para o fígado, ajudando a reduzir a intoxicação. Ela é um aminoácido não essencial, que participa da formação da glutationa.

A glutationa, por sua vez, é um antioxidante fundamental no processo de cura do fígado, já que ela ajuda a quebrar a cadeia do acetaldeído. Esse é um componente tóxico que acaba se formando no fígado quando ele tenta metabolizar o álcool. E adivine: é o grande culpado pela dor de cabeça e enjoo no dia seguinte!

Resumindo
Se consumir o ovo – que tem cisteína – ajuda a formar a glutationa, que quebra o acetaldeído. Essa lógica permite que seu corpo se recupere mais rapidamente das agressões do álcool. Atenção para a regra de comer frito antes de beber e cozido depois, para não colocar ainda mais peso sobre o seu já sofrido corpo.

Além disso, é fundamental beber muito mais água do que o normal e até isotônicos, como a água de coco. Isso porque a desidratação causada pelo álcool te leva a ter sintomas como boca seca, dor de cabeça, cansaço e muitos outros. Porém, o ideal mesmo é sempre pegar leve na bebida e garantir a saúde desse parceiro maravilhoso que é seu fígado. Seu corpo agradece!

Fonte: Dicas Online - https://www.dicasonline.com/um-ovo-antes-e-outro-depois-de-beber-evita-ressaca/

Recomendado para você pelo google

OBRAS NO SERTÃO

VÍDEO: Governador inaugura escolas em Joca Claudino e São João, e entrega pavimentações de Trinfo

ALAMEDA E PORTAL

VÍDEO: Vereadora denuncia situação de abandono de duas obras em Sousa: “É o retrato da atual gestão”

MODA E MEIO AMBIENTE

VÍDEO: Alunos da ECIT de Cajazeiras apresentam roupas sustentáveis em desfile do curso de Vestuário

POLÊMICA

VÍDEO: advogado sousense fala do pacote anticrime que também inclui o “juiz de garantias”