header top bar

section content

Paula, campeã do BBB, comemora o prêmio e reflete:’Saio da casa com vontade de ser melhor do que já sou’

A mineira comenta sobre sua estratégia no jogo, a amizade com Hariany, faz planos para a nova fase da vida e entrega que sonha em se casar e ter até quatro filhos

Por Gshow

19/04/2019 às 08h32 • atualizado em 18/04/2019 às 13h35

A mineira acredita que sua autenticidade somada à sua visão do jogo à levaram ao prêmio (Foto: Fabiano Battaglin/Gshow)

Depois de quase 90 dias de confinamento, cinco Paredões disputados e ter garantido 61,09% da preferência do público, Paula von Sperling se consagrou a grande campeã do BBB19. A mineira, de 28 anos, tem motivos de sobra para se orgulhar: venceu três Provas de Resistência, quebrou recorde em uma dessas disputas, foi três vezes Líder e uma vez Anjo.

Com esta trajetória, a sensação de Paula é a de ter superado a si própria e não esconde que também se desapontou com consigo mesma.

“Uma coisa é certa, ninguém estava apostando em mim não. Acho que eu surpreendi muita gente. Minha família, minha cidade, as pessoas que não acreditavam em mim, está todo mundo orgulhoso! E eu estou orgulhosa de mim, minha força, minha coragem. Estou decepcionada porque falo demais e eu sabia… Cansei de falar tanto assim. Mas independente disso, estou muito orgulhosa de mim mesma!”

A trajetória da bacharel em Direito dentro do jogo pode ter surpreendido muita gente. Mas para Paula, o que determinou seu comportamento na casa aconteceu logo nas primeiras semanas. Depois de ter conquistado a imunidade logo na primeira Prova de Resistência e ter ficado livre do Superparedão, a mineira viu Hariany, sua aliada no jogo, ir para a berlinda duas semanas seguidas: “A gente soube fazer a leitura (do jogo) porque fomos muito apertadas desde o começo”.

A campeã conta que procurava escutar todas as falas do apresentador Tiago Leifert e extrair delas alguma dica para seguir na casa.

“O que a gente gravou muito no começo foi: ‘Meçam o risco de não fazer nada’. Essa foi a primeira que a gente pegou. Não é normal ir para o Paredão, não é normal a casa não estar gostando de você. Então, sempre que ele vinha com algum aprendizado, a gente captava e praticava da nossa forma”, explica.

Outro ingrediente que Paula acredita a ter levado ao prêmio de R$ 1,5 milhão foi sua personalidade: “Acho que fui autêntica lá dentro”. Somado isso, ela aponta que com sua visão de jogo conseguiu ganhar a simpatia do público.

“Se tinha uma situação que podia resolver para não acontecer de novo o povo ficava calado. Eu pensava: ‘Que saco, vocês têm que mostrar para a pessoa que ela está errada para ela arrumar’. Aí, eu fazia esse papel para todo mundo, contava o que estava ruim. Eu estava tentando resolver a vida deles lá dentro”.

Infância e sonhos
Firme e segura quando fala sobre sua estratégia, Paula muda o tom quando assunto é a sua infância. Com um jeito mais manso, ela abre suas memórias e conta que a Paulinha criança vivia com as roupas sujas de terra, pés descalços, estava sempre procurando um bichinho novo no mato, rodeada de primos e brincando na casa da avó.

“Era meio moleca, menina da roça mesmo”, assim ela mesma descreve neste período.
Antes de entrar na faculdade de Direito, Paula conta que fez um curso de comissária de bordo e sonhava em trabalhar nas alturas. No entanto, um problema de saúde a impediu de seguir na profissão e acabou escolhendo a carreira jurídica. “Amei, o curso foi incrível”, comenta a bacharel, que tem dois anos de formada e trabalha auxiliando nas demandas do escritório de advogacia da sua irmã, Mônica.

“É tudo em linhas tortas, mas é aquilo mesmo que é para ser”, reflete ela, sobre seu caminho.
Sem nunca ter se mudado de Lagoa Santa, no interior de Minas Gerais, e nem de casa, a ex-sister cresceu em meio à natureza e não sonhava ganhar o Brasil. Mas, a avó paterna de Paula, Dona Maria, parece que sim! Mesmo sem saber que a neta estava indo para o BBB19, ela lhe deu um aviso na despedida.

“Quando eu estava indo para o BBB disse para minha avó, que tem 100 anos, que ia fazer uma viagem a trabalho. E quando ela me viu saindo falou: ‘Vai filha, vai que você vai ficar milionária’. Eu não vejo a hora de voltar e agarrar ela, porque ela adivinhou!”, revela, feliz, por isso ter se concretizado.

O amor por Pippa
Já quando o assunto é Pippa, aí sim Paula se derrete. A porca de estimação, de 150 kg, chamada Felippa e já famosa pelo apelido, faz a campeã do reality despertar seu lado maternal e doce. Ela revela, que depois de perder um cachorrinho, que foi seu companheiro por dez anos, sentiu falta de ter um amigo animal.

Fonte: Gshow - https://gshow.globo.com/realities/bbb/bbb19/fora-da-casa/noticia/paula-campea-do-bbb19-comemora-o-premio-e-reflete-saio-da-casa-com-vontade-de-ser-melhor-do-que-ja-sou.ghtml

Recomendado para você pelo google

VÍDEO

Secretária de Cajazeiras revela que lixão começou a funcionar irregular na cidade e falou de ação no MPF

JÁ GANHOU NOVE MEDALHAS

VÍDEO: Garotinho campeão de karatê vende trufas em Cajazeiras para participar do Mundial em Fortaleza

COBRANÇA

VÍDEO: Radialista diz que oposição deixa o prefeito de Sousa ‘à vontade para cometer irregularidades’

EVANGÉLICO DE OPOSIÇÃO

VÍDEO: Pastor de Cajazeiras diz que Bolsonaro está destruindo o país e não levou facada: “Foi uma farsa”