header top bar

section content

EITA! Secretária demite todos os coordenadores do SAMU após denúncias contra coordenadora de enfermagem

Diante das denúncias, Amanda Silveira resolveu dispensar não só apenas Narjara da coordenação enfermagem, mas também todos os demais coordenadores do órgão

Por Redação Diário

13/09/2017 às 17h52 • atualizado em 13/09/2017 às 21h58

Amanda Silveira, Secretária de Saúde (foto: DS)

A secretária de saúde do município de Sousa, Amanda Silveira, demitiu no final da tarde desta quarta-feira (13) todos os coordenadores do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) Regional de Sousa.

As denúncias de perseguição e cortes de salários dos servidores do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência foram os assuntos mais comentados nos últimos dias na cidade de Sousa. Os servidores denunciaram perseguição por parte da secretária de saúde e da coordenadora de enfermagem.

Veja também: Secretária manda afastar condutor que denunciou escândalos no SAMU de Sousa

Diante das denúncias, Amanda resolveu dispensar não só apenas Narjara, mas também todos os demais coordenadores do órgão:

Foram demitidos:
Suelio Silva, coordenador Geral
Doca Neto, coordenador médico
Reginaldo Sousa, coordenador de frotas
Narjara Araújo, coordenadora de enfermagem

Perseguição
Na quinta-feira (07) o condutor-socorrista, Gervásio Bernardo, usou mais uma vez as redes sociais para fazer denúncias de perseguição contra os servidores do SAMU.

O funcionário público que trabalha no SAMU, iniciou a gravação denunciando perseguição por parte de uma coordenadora de enfermagem e da secretária de saúde Amanda Silveira.

Cortes de salários
Praticamente todos os funcionários efetivos tiveram cortes nos salários no pagamento efetuado pela prefeitura referente ao mês de agosto. Enfermeiros, condutores-socorristas, telefonistas auxiliares de regulação médica (TARMS), Rádio Operadores (RO), e até mesmo as cozinheiras tiveram seus salários reduzidos.

Os cortes variam entre R$ 400 e R$ 1 mil, o detalhe é que os descontos não são gratificações, e sim horas extras que foram cortadas.

Outro lado
A reportagem do Diário do Sertão tentou entrar em contato com o assessor de comunicação da prefeitura, Eugênio Rodrigues, porém, ele não atendeu nossas ligações.

A secretária de Saúde também foi procurada, porém não atendeu nossas ligações, nem respondeu nossas mensagens. Ela também não retornou. O espaço fica aberto para sua versão.

DIÁRIO DO SERTÃO

EM CONTINÊNCIA AO SENHOR JESUS

Programa Em Continência ao Senhor Jesus com o Ministério de Louvor: Fonte de água da vida

SAÚDE MENTAL

VÍDEO: “Psicologia no Ar” reestreia na TV debatendo as dúvidas e estereótipos que os psicólogos carregam

ENTREVISTA

VÍDEO: Com demonstrações ao vivo, fisioterapeuta cajazeirense explica como funciona a Quiropraxia

VÍDEO!

CONTRA MÃO: Aliado do prefeito de Cajazeiras critica políticos de Brasília, mas admite votar em “golpista”